sexta-feira, 1 de agosto de 2008

...tudo pede um pouco mais de calma...

Há coisas que nos acontecem que são no mínimo estranhas não é? Estava eu aqui, escrevendo um texto para este blog, onde falava sobre a paciência... ou a falta dela. Então, quando ia publicar, o computador simplesmente travou... e então tive que pôr à prova o que havia acabado de escrever. Claro que fiquei chateada... mas agradeci, porque só então percebi que o texto anterior não estava completo. Faltou dizer que nossa paciência é testada o tempo todo. E como é... Tinha escolhido esse assunto, paciência, por um motivo bem pessoal. Não! Eu não mudei de idéia. Mas creio que mais uma vez meu lado mutante apareceu, e estou escrevendo de forma totalmente diferente. Penso em expandir um pouco o assunto. Antes, falava que temos que aprender a lidar com esses momentos difíceis, onde a maior vontade é berrar, até mesmo jogar tudo para o alto... entre outras coisinhas mais (aqui leia-se xingar, quebrar, chutar, etc). Realmente não é fácil, principalmente quando parece que o mundo todo exige tanto de nós que mal respiramos. As vezes a pessoa ao nosso lado espera apenas que aprendamos mais a sorrir, e de tão cegos pela irritação, acabamos apenas a afastando de nós. Há uma música do Lenine que fala um pouco disso, e olhem só, chama-se PACIÊNCIA. Abaixo segue letra. Mas como ser paciente? Eu não tenho fórmulas... só o meu jeito de agir. Talvez ele não funcione contigo, mas comigo tem funcionado. Respire. Feche os olhos. Peça a Deus que te ajude a não desistir... Entenda que a força que você precisa não está do outro lado do mundo, e sim, dentro de você.

Paciência - Lenine

Mesmo quando tudo pede um pouco mais de calma Até quando o corpo pede um pouco mais de alma A vida não para Enquanto o tempo acelera e pede preça Eu me recuso faço hora vou na valsa A vida tão rara Enquanto todo mundo espera a cura do mal E a loucura finge que isso tudo é normal Eu finjo ter paciência O mundo vai girando cada vez mais veloz A gente espera do mundo e o mundo espera de nós Um pouco mais de paciência Será que é o tempo que me falta pra perceber Será que temos esse tempo pra perder E quem quer saber A vida é tão rara (tão rara) Mesmo quando tudo pede um pouco mais de calma Mesmo quando o corpo pede um pouco mais de alma Eu sei, a vida não para(a vida não para não) Será que é tempo que me falta pra perceber Será que temos esse tempo pra perder E quem quer saber A vida é tão rara (tão rara) Mesmo quando tudo pede um pouco mais de calma Até quando o corpo pede um pouco mais de alma Eu sei, a vida não para (a vida não para não...a vida não para)

Ouça também: http://br.youtube.com/watch?v=sXmWAOIWg3w&feature=related

5 comentários:

Léo Pucci disse...

paciencia...
eis algo q nao tenho muita mas q ando conseguindo mante-la comigo!!!

Jaime disse...

Não adiantam teorias, em diversas situações se perde a calma. Mesmo sabendo depois que não vale a pena. Entretanto, eu diria que é como uma doença sem cura: existe tratamento para melhorar !

Jaiii disse...

Manter a calma é um exercicio diario
e ainda assim voce corre o risco de perder a calma
REspirar fundo,suco de maracujá contar até 10,pensar em outra coisa importante para você.tudo eh válido para o auto controle!

Jaiii disse...

*Todas as falhas humanas,provêm da impaciência* franz kafka

Estudante de psicologia disse...

O grande segredo é respirar profundamente e expirar vagarosamente, por 3 vezes ou mais, até sentir que a calma chega ao coração. Ter paciência e calma é um exercício, como tudo na vida; temos que aprender!!!