terça-feira, 5 de agosto de 2008

Minha metade... seu colo!

O colo... A metade... O colo que me enche de paz. A metade que me deixa pra trás. A metade que se esvai. O colo que acolhe. Como é bom o seu colo meu amor... Como é bom sentir o seu carinho... Quem dera eu ter ele todo o tempo... Mas a metade que me cabe, me tira você e te transporta pra outra realidade. Você vai, vive, joga com a vida. E eu fico. Sonho. Fecho os olhos e lembro do seu colo. Mas você acaba sempre voltando. E eu novamente em seus braços caio. E abraço. E com toda intensidade acredito, que você será sempre meu. Mesmo que pela metade.

2 comentários:

Regis Luís Cardoso disse...

uma parte vai outra fica né.. e outras que se perdem... é... gostei.. parabéns pelo blog
falow

Susana disse...

nossa, ta inspirada mesmo...parabens, gostei, e me identifiquei nesse texto...
bjs