sexta-feira, 31 de outubro de 2008

Frase de Mãe

Uma mãe, estimulando a filha a estudar, disse a ela que: - Você tem que estudar para não ter que depender de homem. Coitada da mãe, eu a entendo, é mãe, quer o bem da filha, mas a incentiva com argumento errado. Desde quando a mulher, sob a situação que for, precisa de homem? Não precisa para nada, nunca precisou, não precisa e nunca precisará. A sociedade no entanto vive repetindo essa estúpida mentira às meninas. À maioria, pelo menos. Volta e meia, leio nos jornais sobre mulheres humilhadas, surradas, pisadas por maridos ou "companheiros". Mulheres que se defendem dizendo que não têm para onde ir, que não têm recursos para viver sozinhas e cuidar dos filhos, quando é o caso... Que frouxas. Desculpo-lhes pela ignorância, não foram educadas, nunca tiveram pai e mãe para lhes dar a saudável orientação de que precisavam na infância para depois crescer cidadãs e independentes. Nenhuma mulher, por pobre que seja, por analfabeta que seja, precisa de homem ou de quem quer que seja para lhe dar alimentos ou dignidade na vida. As mulheres são magníficas quando se dispõem a lutar. São guerreiras da vida. Quando uma delas, abandonada ou livre de uma relação infeliz, segura no colo e aperta contra o peito um filho pequeno e amado, nada poderá prejudicar o futuro dessa criança, ela já tem o escudo da vida: o amor e a proteção da mãe. Nunca se deve dizer a uma filha que se ela não estudar vai depender de homem. O que se deve dizer é que pobre ou rica, com ou sem estudo, uma pessoa poderá ser o que quiser na vida, desde que se respeite e se entenda capaz de descobrir e desenvolver o talento especial que cada um de nós ao nascer traz para a vida. O meu conselho de sempre às garotas é: - Estudem, instruam-se e se qualifiquem profissionalmente, seja no que for, e ninguém lhes fará tuteladas, ou dependentes. Atitude A lição é antiga. É bom não esquecer que as empresas contratam as pessoas pela competência e as demitem pelo comportamento. De nada adianta boa competência e ser um arruaceiro, desleal, indolente, divisor de grupos. A competência precisa estar aliada a um bom caráter. Ou rua. Vale também, e muito, para os casamentos. Luiz Carlos Prates (Texto extraído do site do Jornal Diário Catarinense)

Um comentário:

lis disse...

Ciça,
Adorei o texto. Tudo muito realista.
Hoje gostaria de sentir vontade de escrever e não sinto.
Estou como aquele dia que você pensou ter perdido as palavras...

Vamos lá!
Beijos e bom findi!