segunda-feira, 13 de outubro de 2008

Saudade

Ah saudade! Que invade meu coração. É a mesma que me faz pensar com emoção. Naquilo que um dia tive... nos braços que me apertaram. Na paz do abraço. No calor do aconchego. Ah saudade! Que vem e me leva. Me acerta em cheio o peito. Que domina meus sonhos. Passa pelos poros. Intimida minha calma. Buscando na minha alma, a lembrança que acalma. Em mim, vivem os mais lindos momentos. Os mais doces tormentos. Que a saudade me traz... que a saudade me faz viver... novamente...

Um comentário:

lis disse...

Ciça,
Saudade é uma coisa estranha, se dói pode também ser uma companhia. Atormenta e faz viver, reviver.
Antgonismo...
Beijos e boa tarde