sexta-feira, 17 de outubro de 2008

Pensamentos

No pensamento, te tenho E como a luz que ilumina o dia Tu ilumina minha alma Pois no pensamento, te sinto Seu toque é leve Seu toque é quente Seu toque me prende Seu toque me liberta E assim, por hora, lembro Das poucas horas Dos muitos momentos Dos inesquecíveis desejos No pensamento, te vejo E sendo a noite infindável de emoções Tu permanecerá infindável em mim Pois no pensamento, te amo. Amo como me aquece. Amo como me beija. Amo como me sorri. Amo como me amas. E assim, viajo, com saudades Das várias imagens Dos muitos afagos Do inacreditável, que acontece...

3 comentários:

Melsavinon disse...

Gosto muito de escrever,e me identifico com pessoas que assim como eu se derramam nas palavras...
Procurando blogs legais achei o seu.Vou visitar regularmente porque gostei muito.
Abraço.

Renata Braga disse...

Lindo Ciça.... não perca a inspiração nunca querida... tava lendo o post abaixo... que as vezes ela some não é... tenho o mesmo problema,e sabe que até ja escrevi sobre isso, um amigo meu comentou algo a respeito, ele disse que "Ostra feliz não faz pérolas".

Pode ser, porque os grandes poetas e escritores sempre tiveram suas vidas conturbadas, mas não vamos desistir, porque ela volta sempre, a bendita inspiração...


Bejoss pra ti!

lis disse...

Ciça,
Viu só? Voltaram suas palavras e voltaram lindamente!
Adorei seu poema.
Beijinhos, e uma semana inspirada pra ti.