segunda-feira, 26 de abril de 2010

Explicação

E a vida não é tão infeliz
Nem a chuva escurece a minha brisa
E o frio, enrustido nas entranhas
Não afaga minhas dores

O que sinto me acorda em desalento
Mas o sonho não se apaga
E a morte do que tenho no meu ego
Pode ser uma promessa, só promessa

Se te tenho ou não vivo
Algo assim que não se sabe ao certo
Não importa para os ínfimos
O que vale é a verdade, nossa

E assim em conseqüente desventura
Das escolhas antepassadas, passadas
Vivemos só momentos, por momentos
E eu sigo, com você, sem você

Um comentário:

jose carlos disse...

O momento feliz é como a brisa, apenas passa, enquanto o MOMENTO ruim, deixa marca.

MarquesK

Só o Rock Alivia