sexta-feira, 19 de junho de 2009

Amor - Por Paulo Coelho

Existe sempre no mundo uma pessoa que espera a outra, seja no meio de um deserto ou no meio das grandes cidades. E quando essas pessoas se cruzam, e os seus olhos se encontram, todo o passado e todo o futuro perdem qualquer importância, e só existe aquele momento e aquela certeza incrível de que todas as coisas debaixo do Sol foram escritas pela mesma Mão. A Mão que desperta o Amor, e que fez uma alma gêmea para cada pessoa que trabalha, descansa e busca tesouros debaixo do Sol. Porque sem isto não haveria qualquer sentido para os sonhos da raça humana.
PS.: Que não esqueçamos de continuar a buscar tesouros sob o sol.

2 comentários:

Camila disse...

Que poema lindo. Já deves ter ouvido falar no poema de Willian Sheakspeare, "Um dia voce aprende", o acho lindo. Sempre quando leio coisas assim lembro disso. Ta muito lindo aqui. Beijo

Renata Braga disse...

Sempre gostei dele.

E acho que na simplicidade dessas palavras, é que está a verdade sobre o amor.

bejosssssss